Visitantes do blogue *.*

10.11.11

Remember me

Parece que foi ontem, o dia do nosso primeiro encontro, o nosso primeiro beijo. Não foi algo ao qual eu me pudesse referir como incrível, mas foi o primeiro passo para sermos o que somos hoje. Eu e tu, um só.


Tinha acabo de sair de uma relação que me corroera o coração até à ultima réstia de sofrimento, desisti de lutar e virei as costas ao amor. Quando a nossa relação começou eu já não esperava nada, pouco me importava como iria correr, somente me interessava que não voltasse jamais a olhar para trás. Pois, até esse momento, o passado perseguira-me sem nunca me deixar seguir em frente. Até que tu apareceste, e com esses teus olhos cor de avelã me cativaste e me prendeste no teu mundo, desde então. Não éramos um casal perfeito! Poucas vezes nos víamos, não tínhamos a mínima noção do que estávamos a fazer, simplesmente o fazíamos quase como uma necessidade mútua de fugirmos a algo. Porém tudo viria a assumir outro sentido, com o tempo o sentimento começou a ganhar voz sobrepondo-se aos pensamentos, pensamentos esses que regiam a relação de forma a que não tivesse de voltar a sofrer, procurava assim não me apaixonar (por ti). Ainda assim o coração falou mais alto e antes que eu pudesse dar por isso, tornamos-nos cada vez mais próximos, mais íntimos, até que não fui capaz de resistir e cai nos teus encantos. Todos me diziam para não confiar em ti, mais cedo ou mais tarde acabaria por sofrer, que não eras rapaz para mim. Eu decidi escutar o coração e deixar que ele delineasse o meu caminho. Passámos por muitos obstáculos, por caminhos tenebrosos que ainda (por vezes) vagueiam-me pela cabeça e assombram os meus pensamentos. Mas nada disso nos derrubou, e hoje, após 3 anos[...]de namoro tornaste fundamental à essência do meu ser. És a razão pela qual choro, quando as saudades apertam. És a razão pela qual esboço sorrisos tolos todos os dias limitando-me apenas a pensar em ti. És a razão pela qual cada música que oiço me entre pelo peito a dentro e invada o meu mundo como se de relatos de cada momento (nosso) se tratassem. És o tema na generalidade das minhas conversas. És o causador do sorriso que esboço, neste preciso momento, por cada frase inesperada que me dizes e me enche o coração de felicidade. És pois a razão da minha felicidade. És tu quem comanda o meu mundo. Enfim, és tudo o que há de bom e mau em mim, estaria a mentir se dissesse que viver sem ti seria a mesma coisa. Por isso somente te peço, nunca te esqueças de mim!

Amo-te, pequenino 

10 comentários:

inês disse...

Que lindo meu amor!

ana cristina disse...

wooow .. paula, voltaste em grande! que lindo! e a vossa relação é linda.. é engraçado, a minha relação tambem não começou por ser o conto de fadas que toda a gente pinta nos primeiros meses! :)
fico feliz por finalmente teres encontrado alguém que te faça feliz e que te faça esquecer quem magoou o teu coração ! :) <3

ana cristina disse...

então, mas quando foste para esse curso eles não te informaram que não podeiras ir para Docência? isso é falta de responsabilidade por parte deles não? bem, eu nem quero pensar naquilo que pensaste, quando tiveste que desistir :/
e agora, durante este tempo, que pensas fazer? :)

ana cristina disse...

neste caso é medo, mas tinha de escrever aqui montes de coisas intimas e que não servem para todo o mundo ouvir, se é que me percebes ..
olha, eu decidi viver um dia de cada vez. tentar indo alcançar as coisas aos pequenos passos e não por a carroça à frente dos bois. a verdade é que está destinado (pelo menos por agora) fazer ou estar em determinados momentos com o diogo. talvez para nos fazer ver, que não devemos tomar as coisas como garantidas, não sei. a unica certeza que agora tenho, é que gosto imenso dele e é ele que me faz muito bem, depois de ter sofrido tanto (assim como tu ..). os meus pais são um mero "obstáculo" que ao longo do tempo nós vamos contorná-lo e sim, o diogo já me disse que não é com os meus pais que namora é comigo e que temos o todo o tempo para fazermos as coisas que não podemos agora, depois, num futuro nosso. :)

ana cristina disse...

ah e obrigado pelas tuas palavras paula, quer tu queiras acreditar ou não, ajudaram-me a compreender melhor esta situação. mesmo não me conhecendo ajudaste-me e tentaste-me aconselhar e isso só faz de ti, uma pessoa fantástica. obrigado mesmo, do fundo do meu coração. <3

ana cristina disse...

obrigadoooooooo querida :D <3

ana cristina disse...

ooh, uma flor? ooh que romântico *.* vocês ficam tão bem! olha, e não querendo ser repetitiva, obrigado :p que voces os dois, façam muitos mais anos e que sejam sempre assim, apaixonados ! :D

ana cristina disse...

bem pelo menos sabes que é desta que vais entrar no curso que queres! :)

ana cristina disse...

é mesmo, sem tirar nem por.. não sabia o que era verdadeiramente amar até encontrar o diogo e não vou desistir dele .. é lutar até não puder mais! e é como tu dizes, temos que lidar com obstáculos, senao era uma seca :p

ana cristina disse...

essas meras palavras, fizeram milagres! obrigado por me leres, não julgares e ajudares-me com os meus fantasmas. e concordo contigo, é muito mais fácil aconselhar e falar de dos nossos problemas com outras pessoas :) és uma querida paula <3