Visitantes do blogue *.*

3.8.10

Etapas na vida todos as temos, por vezes , apenas é difícil saber por qual delas optar. Principalmente quando temos decisões a tomar!
Um dia, ouvi uma música que verdades revela, feita por alguém que sabe sobre o que fala. Verdades essas que muitas vezes, nelas, pensei . Mas que nunca tive coragem de as dizer em voz alta. O meu interior apodera-se dos meus pensamentos e não me dá a devida oportunidade de os libertar. Mas neste momento algo em mim faz-me perceber que, na realidade a verdade nunca doeu. O que doí é a mentira, isso sim, e tudo aquilo que ocultamos consigo. Por isso, as sábias, mas dolorosas palavras que este compositor encara, não são mais do que sinceras palavras que alguém como eu, nunca coragem teve de as encarar. Que num passado sofreu, com o ocultar da verdade. O encarar da realidade!
" A carta que nunca te escrevi "










"Hoje, relembro um passado, com o qual eu sofri, mas que com ele muito aprendi. São os maus momentos da vida que nos fortalecem. E este passado, já dele me esqueci."

7 comentários:

Alexy's disse...

O Passado, esse sim, é que nos ensina. As sábias decisões que devemos tomar em qualquer situação, e como devemos reagir aos problemas que se advêm.

Esperanças desvanecidas; disse...

Já muitas pessoas me disseram que eu sou muito criativa em relação ao que escrevo. Que imagino grandes histórias com grandes fins. Histórias essas que levam, automaticamente, as pessoas a viverem naquele mundo. Disseram-me uma vez, que eu tinha o dom de 'invadir' os pensamentos. Mas é apenas a minha maneira de escrever. Escrevo com o coração e nunca com a cabeça. Um dia pode ser que descubras o dom de escrever o que te vai na alma, e talvez escrevas da mesma maneira que eu ... expressando sentimento (:
E sabes, eu gosto muito dos teus textos.
Disseste que ias seguir .. não sei se conseguiste, mas não estás a fazê-lo (:
Beijinho querida, e obrigada *

Esperanças desvanecidas; disse...

Sim, é verdade. Tenho apenas 13 anos, mas não acho que possa vir a ser uma grande escritora. Não considero os meus textos suficientemente bons para me ver como tal. E não dês os parabéns, porque aqui quem está de parabéns és tu (:
Obrigada por seguires, querida *-*

Esperanças desvanecidas; disse...

Por muitos momentos que viva, esses nunca serão suficientemente bons para fazerem os outros voar. Talvez me continue a inspirar na minha inspiração .. mas sabes, eu desprezo os meus dons apenas porque não tenho confiança em mim e muito menos no que escrevo. Percebes? $:

Esperanças desvanecidas; disse...

Obrigada, obrigada mesmo por todas essas palavras. Nem sabes o quanto elas podem mudar a vida de alguém. E no meu caso, transmitiram-me uma confiança diferente (:
Obrigada (:

Esperanças desvanecidas; disse...

Tenho de agradecer sim. A ti mais do que a ninguém.
Mesmo não me conhecendo de lado nenhum disseste que eu não podia nem devia desprezar as minhas capacidades. Acreditaste em mim como nunca ninguém acreditou. Quando todos duvidaram do que conseguia fazer ... tu levantaste-me o ego e deste-me forças para continuar a minha jornada. E eu fi-lo. Continuei o meu caminho e atravessei alguns pequenos obstáculos. Em tão pouco tempo ajudaste-me muito, eu juro $:
OBRIGADA !

Esperanças desvanecidas ; disse...

Selo e/ou desafio para ti, no meu blogue.
Aproveita o meu selo oficial *